Buscar
  • Otavio Calegari Neto

Feliz dia dos Pais! (mesmo em tempos de COVID-19)

Pois então... Hoje é dia dos pais, um dia em que nos lembramos dos nossos progenitores, nossos heróis da infância, amigos da juventude, mestres na idade adulta, mas sempre pesso

as de grande valor para nós.


Se você tem seu pai ao seu lado saiba que é um privilegiado ou privilegiada, não deixe de valorizar e honrar seu pai em vida e se caso ele já tenha partido para os braços do Senhor, não deixe de honrar sua memória.


Há ainda muitos que não tiveram seus pais ao seu lado, órfãos de pais vivos muitas vezes, vítimas do mal do divórcio ou mesmo porque não os conheceram jamais.

Ainda assim, sejam nossos pais biológicos, adotivos ou tutores, todos nós tivemos alguém que foi responsável por nós nos tempos em que ainda não podíamos cuidar de nós mesmos. A estes queremos honrar.


Hoje é dia de lembrar e honrar os momentos bons, dos cuidados à noite, do esforço em trazer o alimento para casa, dos valores que nos transmitiram, reconhecer os esforços que dedicaram para nos conduzirem para formarmos família.

Eu particularmente sou muito grato a Deus porque tive um pai muito presente, uma pessoa de grande coração, que demonstrou mansidão em todos os momentos de minha vida, um homem gentil e tranquilo, sem grandes ambições e hospitaleiro. Infelizmente, meu pai partiu cedo aos 59 anos de idade, não deixou um grande legado financeiro, mas com certeza deixou uma grande herança no aspecto emocional, esta sim, muito grande: Fátima minha prima / irmã adotiva, Cláudia minha irmã mais velha, eu Otávio e a Vitória a mais jovem também adotiva. Nós geramos 6 netos para ele até o momento. Este legado não se pode mensurar.


Gosto de lembrar dos dias de lazer em casa, do gosto que meu pai tinha em ouvir piadas do Costinha, Ari Toledo, Barnabé e outros programas de humor. Ele gostava de filmes de velho oeste e de Kong Fu. Pequenos prazeres como jogar dominó, comer frango assado, conversar com meus tios, cuidar zelosamente de seu Uninho 96. Tivemos muitos bons momentos... Vi meu pai rir muito sempre e também chorar muitas vezes, uma alma sensível, principalmente quando íamos ao cemitério visitar o tumulo dos meus avós.

Já se passaram 13 anos desde que ele partiu, morreu de câncer, sem nunca ter reclamado, sem ter dado trabalho para a família, partiu da mesma forma que sempre viveu... de forma tranquila.


Hoje me lembrei muito do meu pai, pois acompanhei o enterro do pai de uma irmã e amiga da igreja, seu pai faleceu aos 73 anos, na véspera do dia dos pais. Em tempos de pandemia do Covid 19, portanto, o enterro foi muito simples com poucas pessoas da família, o caixão lacrado, sem que todos pudessem se despedir apropriadamente. Fato que deixa o momento ainda mais triste. O pai desta irmã foi mais uma das 100 mil vítimas do Corona Vírus, para a imprensa e para as autoridades ele se juntou às estatísticas, porém, para a família, foi um evento muito mais impactante, ele deixou um grande vazio, um motivo de choro, saudade e muita tristeza. Foi exatamente da mesma forma com a minha mãe duas semanas atrás, ela foi levada por uma doença que não parecia tão violenta a primeira vista, mas que ao passar do tempo externou suas presas, deixou de ser uma "gripezinha" e passou a ser uma terrível doença que afeta os vasos sanguíneos, o coração, o sistema imunológico e que mata com rapidez enorme.


Realmente vivemos tempos difíceis, são tempos de cinzas, tempos de luto, muitas famílias estão se despedindo de seus entes queridos. Além da irmã querida da igreja e de mim, semana passada o padrasto de uma outra irmã partiu em virtude da contaminação por COVID-19, outros passam por dificuldades financeiras, outros estão doentes ou tendo o medo batendo à porta de seus corações, não mais querendo entrar, não, o medo agora quer na verdade hospedar-se de forma permanente. Todos que moram com seus pais mais velhos estão preocupados, todos que tem algum tipo de comorbidade, todos que possuem alguma fragilidade. Trabalhadores da área da saúde se isolam de seus filhos e pais e por aí vai.


Temos, porém, uma esperança: que mesmo em tempos difíceis como estes, ainda assim o amor do Senhor prevalecerá! A Esperança de uma vida eterna, a Esperança de vivermos com o Senhor e que um dia reencontraremos nossos queridos que partiram antes de nós. Nossa esperança é respaldada na fé, na palavra de Deus, nas promessas do Senhor Jesus. Também temos esperança em dias melhores aqui mesmo nesta vida, o Senhor há de nos possibilitar o desenvolvimento de tratamentos eficazes e de vacinas para este vírus. Tem sido assim desde que o mundo é mundo. E nós que confiamos em Deus afiançamos nossa esperança em suas santas palavras:

O Choro pode durar uma noite, mas pela manhã surge a alvorada e com ela vem a alegria.

Ouve, Senhor, e tem misericórdia de mim; Senhor, sê tu o meu auxílio". Mudaste o meu pranto em dança, a minha veste de lamento em veste de alegria, para que o meu coração cante louvores a ti e não se cale. Senhor, meu Deus, eu te darei graças para sempre.” Salmos 30:10-12

Em outras passagens lemos:

“Quero trazer a lembrança aquilo que me traz esperança...” e ainda “ A misericórdia do Senhor se renova a cada dia” Lamentações 3.21 a 25.
“Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.João 16:33

Bem... voltemos ao dia dos pais. Aproveite o tempo com seus pais, aproveite o tempo com seus amigos, vivam da melhor forma possível a presença daqueles que amam. Ame e se deixe amar, aproveite os bons momentos, procure superar os maus momentos com resignação e mansidão, sempre com esperança no Senhor Jesus. Mas em tudo, busque a Deus o nosso Pai. Celebremos a vida e consideremos o avanço do tempo, como bem diz o Salmo 90, Senhor ensina-nos a contar os nossos dias, porque são poucos e breves.

Feliz dia dos pais, honre seus pais terrenos, e principalmente o nosso Pai celestial. Pais, alegrem-se com seus filhos que são fonte de grandes alegrias e vitórias.

Obrigado Senhor Deus pela paternidade, este grande privilégio que o Senhor nos concedeu.

0 visualização

© 2010 - Igreja de Cristo na Capital / Escola da Bíblia no Distrito Federal

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • w-googleplus
  • w-youtube